domingo, 20 de novembro de 2011

Pensando: Esperar.



Me peguei pensando e esperando por algo que nunca irei ter. Sei que um dia isso já passou pelas minhas mãos, mas por um golpe do destino se foi...  Deparei-me com uma espera injusta e sufocante de algo que nunca mais vou possuir... Parei, pensei, esperei...
Mas o que realmente eu espero é possível? Qual o caminho que devo seguir para conseguir o que eu nunca vou ter? Se sei que nunca vou ter, porque espero sofrida e ansiosamente pelo momento de sentir outra vez? Espero, espero e paro.
Parei.
Hoje tenho a consciência que não virá, sempre soube na verdade, então devo seguir outro caminho, o lado que me é permitido seguir, sem esperas injustas e com outras perspectivas, outras “esperas”, mas agora só vou parar para esperar o que é possível, o que é palpável... Quero tocar com as mãos, sentir, segurar com força e se possível nunca soltar...
Quero esperar, mas agora uma espera justa... Se possível.
Ao invés de esperar posso procurar... Procurar o possível.

5 comentários:

FOXX disse...

sei muito bem do q vc está falando
muito bem...

Paulo Braccini - Bratz disse...

eu não sei do q vc está falando ... mas não acredito q na vida exista esta possibilidade do totalmente impossível ...

bjão

Fred disse...

Eu acho paciência uma virtude e "saber esperar" uma arte! Hugz, man!

Lobo disse...

É por isso que eu vou vivendo sem esperar nada. Uma hora dou de cara com as coisas... ou não :p

Paolo Hollywood disse...

Olá! Achei teu blog super maneiro, tu escreve super bem cara *-*. Tu podería dar uma passadinha no meu blog hã?! Gostaría muito de uma visita tua eheheheheheh olha o link

http://selvamasculina.blogspot.com

Se possível me segue hã?!