terça-feira, 8 de junho de 2010

A Aspirante a Travesti



Estava no terminal de ônibus numa fantástica fila e dessa vez milagrosamente eu era o primeiro, quando dei por mim tinha uma aspirante a travesti ao meu lado (detalhe ela furou a fila e ficou bem na frente ao meu lado).
O bom era o modelito que ela ostentava (super luxo), a saia que tenho certeza era uma toalha de mesa com estampa de frutas cortadas estava super comportada na altura do joelho, a barriga explodindo (grávida de sete meses ¬¬) numa camisetinha amarela que ela tava usando a umas três semanas seguidas e, lógico, passado esse mesmo tempo sem ver água a não ser da chuva, portava uma sandália rasteira e para finalizar o look uma peruca de cabelo de boneca amarelo na altura dos ombros.
Ela chegou como quem não quer nada falando e coçando o saco (morri ¬¬): “ôuaa ônibus pra demorar...” e isso não fazia nem trinta segundos que ela tinha chegado, fiquei calado porque o que eu ia dizer diante dessa cena.
Entre uma coçada e outra no saco e nos “peitos” o ônibus chegou e parou com a porta bem na minha frente, nem preciso dizer quem foi o primeiro a subir né já que eu era o primeiro da fila?! Isso mesmo “era” porque a trava me deu um empurrão (na verdade uma “ombrada”) que eu ia caindo de cara nos degraus do ônibus. Fiquei chocado! Tive que me recompor rapidamente, já que a fila não parou por causa da minha quase queda, subi no bus e não é que a capetinha me empurrou de novo e tentou sentar na mesma cadeira que eu ia sentando, mas aí ela desistiu e saiu rindo, rindo não, gaitando bem alto dentro desse bus. Morri dez vezes!
Meu povo eu fiquei tão chocado que me sentei e refleti: “Será que eu ia me meter num fuá dentro do bus com uma travesti baixo nível dessas?!? Será que eu ia passar essa vergonha aqui?! Será??!”. E ainda arriscar levar uma surra porque ela era enorme!! Tenso!
O povo tem que aprender que pra ser trava num é só colocar uma roupa de mulher e uma peruca baixo nível e tá pronto não, tem que ter uma coisa importantíssima: Glam!

12 comentários:

Ellen Lacerda (Elinha) disse...

Quando a gente pensa que já viu td...
Ainda aparece dessas!
Ao menos serve pra gente rir né!!

Gostei muito daqui!
Tô seguindo!
xero.

Wanderley Elian Lima disse...

kkkkkkkkkkkkkk, isso não era uma trava, era a visão do inferno. você agiu com classe e sabedoria, com uma peça rara dessa o melhor e ignorar.
Bjux

Paulo Braccini disse...

aff ... isto verdadeiramente é a visão do inferno ... sai exu bravo ... deixa meu amigo em paz ...

rs

bjux

;-)

Mônica disse...

Ainda bem que vc não entrou na vibe da trava. Ele tava a fim de confusão... hehehehehehe

E qto ao chocolate, é só aquilo mesmo... pelo menos é o que eu quero que seja...rs

Bjs

Bruno disse...

Nossa, que absurdoooooooo!!!
Não se deve chamar essa bicha de travesti, NUNCA!
Admiro as travas, sabe... muito coragem e determinação...
Mas essa daí... AFF!!!

ODEIO gente do nosso 'povo' que age (aje?) dessa forma! ODEIO!!

FOXX disse...

ah
eu tinha levatado todo o fuá pra cima da travesti,
mas olhe...
aprenda a ter compostura!

Rafael Cardoso disse...

Domingo a noite vi uma dessas parar um ônibus eperguntar pro motorista aos berros: ESSE ÔNIBUS PASSA NO AUTORAMA!?!?

Ela parecia a pepê (ou a Nenêm, não sei).

Constragimento total.

Mauri Boffil disse...

hahahahaha
"tá pensando que travesty e bagunça, é?"

Insana disse...

kkkk
olha ilario ..

bjs
Insana

Ellen Lacerda (Elinha) disse...

Oi Vanderson!
Seja bem vindo ao meu cantinho!

Olha a história é fictícia, mas bem real na vida de muitos, não é mesmo?

Volte sempre que desejar!
xero!

Ellen Lacerda (Elinha) disse...

Oi Vanderson!
Seja bem vindo ao meu cantinho!

Olha a história é fictícia, mas bem real na vida de muitos, não é mesmo?

Volte sempre que desejar!
xero!

Lobo disse...

Ai que absurdo! Ai que loucura!

Deve ser inspirada naquela trava do Profissão Reporter.

Eu sei lá como eu reagiria no seu lugar... ia depender de quão grande "ilo" fosse ahauahauahau

Beijos Vanderson!