terça-feira, 29 de junho de 2010

Disparate.


Falemos de nostalgia...

No dia seguinte ao da estréia fui assistir Sex And The City e teve uma cena que me fez relembrar a adolescência (Carrie relembrando de como elas eram,como chegaram a cidade,enfim).Lembrei-me da época do colégio,meados dos meus 13 /14 anos,onde a sensação da escola era ser convidado a responder uma série de perguntas num caderninho de mais de 50 páginas. Chamávamos aquela “publicação” de disparate. Vamos relembrar os velhos tempos?

Lá vai umas perguntas bem naquele nipe:


1-Nome,idade,cor preferida.

2-Um defeito e uma qualidade sua.

3-Qual a maior loucura que vc já fez?

4-Apostaria tudo numa paixão?
5-O que vc aprendeu com relacionamentos passados?
6-Se tivesse direito a um desejo, qual seria ele?

7-O que faria hoje se o mundo fosse acabar amanhã?
8-Qual o maior mico que você pagou?
9-Que características e que estilo de pessoa te atrai?

10-Deixe uma mensagem pro dono do disparate (no caso pros donos no blog).

Rsrsrsrsrrs

quarta-feira, 23 de junho de 2010

As 48 Horas que Abalaram a Minha Vida.


Agora estou salvo e banhado em casa, mas há 48 horas...

 Penso “meu Deus tenho três provas na quarta, sendo duas AF’s (avaliação final) e uma segunda chamada, me dá forças pra estudaaar porque a preguiça tá demais...” penso um pouco mais “ainda bem que não tenho aula segunda nem terça então posso me dedicar inteiramente aos estudos...”, quando termino esse pensamento o celular vibra, olho e é mensagem, seu conteúdo “Ei a prof (chefe) quer falar contigo e tem como tu vir pra discutir os resultados”, ass: Flávia. Resumindo a mensagem era trabalho naquela segunda que eu ia “tirar” pra estudar... Lá fui ao encontro da prof/chefe e ela nem pôde me atender só falou comigo rapidamente (¬¬), aproveitei que tava lá e fui discutir o trabalha com a Flávia (amiga de facul e trabalho).
Hora de ir embora ... pois é... estamos passando por uma calamidade aqui na Terra do Sol, uma bendita greve de ônibus... humm foi tão delícia esperar por quase uma hora o bus e ver as pessoas coladas nos vidros dos poucos (quase nenhum) ônibus que passavam... achei muito digno... pensei “vou ter que pegar duas topic’s (transporte alternativo  também conhecido como van ¬¬) pra chegar em casa” e aí começou a tarefa "sobe na topic", passa uma e nada essa não deu pra mim, passa outra e nadaaa  todas lotadas, e finalmente na terceira depois de quase 1:30h nessa luta consegui ir dependurado numa porta. Primeira etapa concluída agora vamos para a segunda...

                                                                                                                               CONTINUA.........

quinta-feira, 17 de junho de 2010

A taça do mundo.


Fazia quanto tempo mesmo que eu não via essa combinação verde x amarelo tão forte nas ruas,nas unhas,na maquiagem das mulheres,nas vitrines das lojas? Ah! a exatos quatro anos!

AÊÊÊÊ!!! Chegou a copa e com ela o patriotismo temporário...
A pergunta que mais se escutava nos dias que antecedia a estréia do Brasil na copa era: -E ai,vai assistir ao jogo onde? Parece até a pergunta que a gente não cansa de escutar na época do carnaval(‘’Vai pra onde no carnaval? ‘’). E é bem isso mesmo que a copa se torna: um carnaval fora de época onde tudo para,os problemas cessam,as contas somem, os vizinhos todos se tornam amigos de infância (sim, são). Porque sempre rola a cota pra enfeitar a rua, o revezamento pra amarrar as bandeirinhas, a bandeira pintada no asfalto e blá, blá,blá!

No dia-dia não se vê tamanha mobilização quanto a que há na época da COPA. Eu queria ver essa garra e vontade de vencer quando se vai às urnas, ou quando somos submetidos a situações vexatórias como a que nós fortalezenses estamos passando há 10 dias: greve de ônibus, onde a frota foi diminuída e o impasse empresários x sindicato não chega a um denominador comum e a prefeita não se pronuncia. E enquanto isso quem paga o pato? A população ,claro! Filas intermináveis,lotação,empurra-empurra... seria bom que nessas horas todos comprássemos a camisa verde-amarela e uma vuvuzela e saíssemos as ruas em protesto.

Por favor,nada contra torcer pelo Brasil na copa e afins. Isso acima é só uma opinião de uma mulher (que o povo diz que não entende nada de futebol e sim só de novelas) que não suporta o amor a pátria de alguns dias. A única coisa que eu gosto dessa época é que ela é um motivo pra se sair mais cedo do trabalho e encontrar os amigos no bar da esquina... rsrsrrsrss

Mas só pra não perder o costume: Vocês vão assistir ao jogo de domingo onde?

domingo, 13 de junho de 2010

A vitalina.



Eu estava em falta por aqui...tinha ido ali conhecer o tal maior São João do Mundo,mas isso é post pra outra hora porque minha mãe ontem soltou uma que merece ser discutida.



Estava na mesa comendo bolo com meu sobrinho de 2 anos,ele está bem naquela fase de querer ‘’se amostrar’’ (como a gente diz aqui),dai a gente fica meio que numa discussão - brincadeira de quem fala mais alto. Minha mãe por sua vez,estava preparando algo e solta: - Eitah que eu quero é ver daqui alguns anos... vou ficar aqui em casa com um que não para de reclamar(meu sobrinho) e uma vitalina (eu).Minha resposta: -Não espere por isso!



A vontade de comer cessou. Eu simplesmente levantei,coloquei o bolo na geladeira e fui pro quarto.

Significados pra Vitalina: s.f. Bras. (NE) Solteirona; mulher idosa que nunca casou.

Eu esperava um comentário desse nível de algum vizinho,algumas dessas tias chatas,do mendigo ali na esquina, enfim,de qualquer pessoa menos da minha mãe!



Odeio essa coisa toda de que a gente tem de casar pros outros. Em pleno século XXI, as pessoas continuam achando que estou no caritó porque tenho 24 anos e não casei; ou sofrem com a incompreensão de pensar numa “menina tão inteligente e bem educada” que ainda não conseguiu “laçar um bom partido”.



Lendo sobre essa coisa toda,encontrei um texto da Raquel de Queiros ''O Cruzeiro - 19 de setembro de 1959''.



Vitalinas

...Porque, se hoje como sempre, continuam a exisitir as mulheres que não casam, elas agora vão para tôda a parte, menos para o caritó. Para as repartições e os escritórios e os balcões de loja, para as bancas de professôra, e até mesmo, Deus que me perdoe, para êsses amôres melancólicos e irregulares com um homem que tem outros compromissos, e que não lhes pode dar senão algumas poucas horas, de espaço a espaço, e assim mesmo fugitivas e escondidas...



Será que eu posso escolher não casar?Será que as pessoas vão me crucificar,me cobrar,me apontar pro resto da vida se eu não casar? Seeeeeeeeeeeeeerá???

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Acho que você não sabia disso...


Respondendo e agradecendo ao Meme da super maravilhosa Mônica do Casa Pré-Fabricada que nos indicou para responder sobre seis coisas que possivelmente vocês não sabem sobre nós, então lá vai:
Seis coisas sobre a Rafa (escrito por ela):
1° Já fiquei com um vendedor de amendoim no carnaval;
2° Já fui pra uma festa em outra cidade com uma amiga e voltamos a pé porque nem táxi mais passava por lá;
3° Meu primeiro porre foi por causa de uma AF (avaliação final da faculdade).
P.S eu era boa aluna, nunca tinha ido nem pra recuperação na escola;
4° Já desejei a morte de alguém;
5° Nunca disse “Eu te Amo” pra um homem (mesmo já tendo amado um);
6°Já tive um ‘’affair’’ virtual no qual trocava cartas carinhosas.

Seis coisas sobre o Vanderson (escrito por mim claro ¬¬)!:
1° Já tomei banho de mar pelado;
2° Sou viciado em fazer download, tenho vídeos que nunca assisti, músicas que nunca ouvi e programas que nunca usei;
4° Não gosto de dormir sem cueca;
3° Perdi minha virgindade aos 17 anos e depois disso passei quatro longos ANOS sem sexo (hoje faço muito sexo... graaaçasss);
5° Adoro lamber os dedos depois de comer fandangos;
6° Saí do armário num dia 07 de Setembro (independência ou morte!)
Gostaríamos de agradecer mais uma vez a Mônica e dizer que adoramos participar viuu! E agora temos que indicar mais três né?! Pois é... Não tivemos boas experiências com indicações passadas então não indicaremos ninguém dessa vez, certo?! Mas nas próximas vezes...

terça-feira, 8 de junho de 2010

A Aspirante a Travesti



Estava no terminal de ônibus numa fantástica fila e dessa vez milagrosamente eu era o primeiro, quando dei por mim tinha uma aspirante a travesti ao meu lado (detalhe ela furou a fila e ficou bem na frente ao meu lado).
O bom era o modelito que ela ostentava (super luxo), a saia que tenho certeza era uma toalha de mesa com estampa de frutas cortadas estava super comportada na altura do joelho, a barriga explodindo (grávida de sete meses ¬¬) numa camisetinha amarela que ela tava usando a umas três semanas seguidas e, lógico, passado esse mesmo tempo sem ver água a não ser da chuva, portava uma sandália rasteira e para finalizar o look uma peruca de cabelo de boneca amarelo na altura dos ombros.
Ela chegou como quem não quer nada falando e coçando o saco (morri ¬¬): “ôuaa ônibus pra demorar...” e isso não fazia nem trinta segundos que ela tinha chegado, fiquei calado porque o que eu ia dizer diante dessa cena.
Entre uma coçada e outra no saco e nos “peitos” o ônibus chegou e parou com a porta bem na minha frente, nem preciso dizer quem foi o primeiro a subir né já que eu era o primeiro da fila?! Isso mesmo “era” porque a trava me deu um empurrão (na verdade uma “ombrada”) que eu ia caindo de cara nos degraus do ônibus. Fiquei chocado! Tive que me recompor rapidamente, já que a fila não parou por causa da minha quase queda, subi no bus e não é que a capetinha me empurrou de novo e tentou sentar na mesma cadeira que eu ia sentando, mas aí ela desistiu e saiu rindo, rindo não, gaitando bem alto dentro desse bus. Morri dez vezes!
Meu povo eu fiquei tão chocado que me sentei e refleti: “Será que eu ia me meter num fuá dentro do bus com uma travesti baixo nível dessas?!? Será que eu ia passar essa vergonha aqui?! Será??!”. E ainda arriscar levar uma surra porque ela era enorme!! Tenso!
O povo tem que aprender que pra ser trava num é só colocar uma roupa de mulher e uma peruca baixo nível e tá pronto não, tem que ter uma coisa importantíssima: Glam!

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Orkut: Lugar de Frases de Impacto!


Acho tão digna as frases que o povo coloca no perfil do Orkut coisas do tipo “O Coração do poder publico bombeia o sangue que SAIO de nossas feridas.” (Olhei pro teclado para ver se o “u” fica próximo do “o”... tirem suas conclusões!) e outras como Repito sempre: sossega, sossega - o amor não é para o teu bico!” (Falou o sem esperança, pra esse eu digo “sempre tem um sapato velho para um pé cansado”, mas se seu pé ainda não tá cansado é melhor você começar a caminha agora!) e só pra fechar “Demorei muito pra te encontrar, Agora eu QUERO SÓ VC!!!” (Fábio Jr, já ouviu falar?! Ou melhor Maldita Banda Hori!!) ¬¬
Mudando de assunto fui assistir “Sex na The City 2” e como um fã orfão da série (quem acompanha o blog desde o ano passado sabe) eu adorei rever a Carrie, Samantha, Miranda e Charlotte. O filme está super leve se comparado ao primeiro que chorei que me acabei, dessa vez é pra rir e o fiz bastante. Fui assistir primeiro com a Rafa daqui do blog e depois com o meu amor.
Voltando o assunto: Frase de ultima hora colhida no Orkut alheio “Só quem foi queimado na fogueira é quem sabe o que é ser carvão” segundo a fonte, sim colocou a fonte, é da Maria Rita e eu pensei “ela só podia tá muito drogada pra escrever uma shit dessa viu!”.