domingo, 7 de fevereiro de 2010

Sem censura.



Não, não é aquele programa da TV cultura não,viu?! (Apesar de gostar de assisti-lo).



Poxa, ia começar como de praxe, falando de mais uma saída (parece até que eu vivo saindo ¬¬). Pensando aqui em como começar...mas, não tem outro jeito de começar não... Pois bem, estávamos indo a mais um pré-carnaval do bloco unidos da cachorra, já tradicional aqui em Fortaleza, só que dessa vez não fomos segui-lo pelas ruas, pois eu estava trabalhando e Terezinha tinha acabado de voltar de viagem, fomos só vê-los tocando no palco armado lá no aterrinho. Assim que chegamos algo nos chamou atenção.



Era um grupo de mais ou menos 15 pessoas. Eles se destacavam em meio a multidão, pareciam mais felizes que todos ali em volta. Eles pulavam, dançavam, cantavam a letra da música errada, davam cambalhotas, bebiam, fumavam, não se importando com a opinião das pessoas que os rodeava. Me pareciam desprovidos de qualquer censura. Eu logo quis me juntar a eles, lógico. Demos uma volta e quando retornamos paramos próximo a eles e logo começamos a dançar e foi quando me vi de mãos dadas sambando com a Paçoca (Yasmin), meu amigo Glauber ‘’disputando’’ samba com um argentino e Terezinha tirando a sandália, colocando ela no mesmo monte de sandálias do grupo, ou seja, já estávamos inseridos na galera sem censura. E pra fechar com chave de ouro, até fotos tiramos.



Depois de conversarmos com eles descobrimos que esse povo era o povo da filosofia e me parece que estava tendo um congresso por aqui, logo tinha gente de tudo quanto era canto.



Esse ano vou tentar me censurar menos e ser mais feliz!

13 comentários:

dand disse...

Vc é o de camisa amarela?
Hehe, eu tb adoro esse lance de não ser censurado pela meu eu interior. Fazer o que bem entende, sem se preocupar com a opinião dos outros, virar cambalhotas, dançar , catnar tudo errado,...As vezes faço isso...mas ainda sim costumo me limitar em algumas coisas desse gênero...meu eu interior q fala mais alto...vou cortar a lingua dele. Rsrs.assim serei mais feliz. haha.

Abraçãoummm.

Mônica disse...

Pois é... a gente tem essa mania besta de se policiar com medo dos olhares alheios. Coisa mais chata e sem graça, né? rs

Censura zero para nós!!!

Adorei a foto.

Bjs

' beeel . disse...

Sabe aquele lance de 'preocupe-se mais com sua consciencia do que sua reputação' e bla bla bla? É mais ou menos por aí .. haha

O negócio é ser feliz mesmo, independente do que os outros vão pensar, imaginar, falar..

Deeixa a censura de lado e vai viver a vida \o

http://www.monisas.com

Paulo Braccini disse...

então Rafa, vc simplesmente viveu uma pequena experiência do que é um SER em plenitude ... um SER livre ...

as censuras são amarras que construímos em nós mesmos a partir de pressupostos culturais, desde o nosso nascimento ...

mas existe um tempo para cada um de nós apercebermo-nos de forma crítica, até onde estes pressupostos são valores confiáveis e dignos de fazerem parte de nosso arcabouço pessoal ...

uma vez apercebidos podemos nos libertar de vez de seus grilhões caso não os configuremos como compatíveis com nosso o EU, ou então serão definitivamente incorporados em nós, mas de forma crítica e não mais serão amarras ...

viva a vida sem censuras ...

bjux

;-)

Pedregulho'S disse...

suhahusauh, mano, eu esqueci que eu tinha que comentar :D

Grupo legal o seu hein manolo!

FOXX disse...

é
nem disse qm era vc na noite, qr dizer, na foto, kkkk


pessoa de filosofia animadinho hein?
isso é novo!

geysamara disse...

Ummmmmmm tão ousada!!!
Adoro esse blog!
=)

Mauri Boffil disse...

Adoro! As pessoas deviam ser felizes sem censura! :D

Paulo Braccini disse...

Rafa obrigado pelo seu carinho ... com certeza tem tudo a ver com o post ... desde então já se manifestava em vc a necessidade do auto conhecimento ...

bjux

;-)

Deni Maciel disse...

diversão boa por dimais sô..

primeira vez.
gostei
parabenes
sucesso
espero vir [claro se permitir]
mais vezes por aqui..

agora dxa eu ir q jah jah vo teruma oversoe de picadas de pernilongo.

alias mudando de pato pra ganso
e pode ser o ganso do santos....
só duas coisas desgaradaveis...

meu time q perdeu.
ainda com gol que o rogerio ceni foi empurrado por um homem invisivel..
ou tava pulando carnaval num sei

e o calor.
é tanto q já posso participar de uma são silvestre no deserto do sAara!
*-*

um abraço e feliz dia da revolução portuguesa
quando todas as mulheres...ora poix cortaram seus pelos do suvaco e tiraram seus "vigódis" e gritaram...:
PORTUGAAL MUDOU-SE

dand disse...

Ain Rafa..Sou lesado mesmo né? pode falar hahaha....E eu pensando que fosse o Van...é o calor menina, liga não 41° aki no Termômetro da minha Rua.

Vc é aquela morena linda, eu vi! Que bunitaaa. Adorei.
Pois é , o que a inclusão digital não faz hein..e eu acredito que ela mova montanhas hehe.

Um grande abraço carioca, bem queeente.

Dand.^^.

Dil Santos disse...

Oi Rafa, tu tábem?
Menina, as vezes temos que deixar nossos pudores de lado e viver. Se formos ficar preocupados com o que as pessoas irão dizer não vivemos.
Ai menina, sei como é isso, as vezes ela funcina pra um lado nada agradável, kkkkkkkkkk
Van, tu tá bem?
Menino, ler livro no pc ñ dá, ñ tem a mesma emoção que vc ficar passando as páginas, rs.
Bjos e abraços
:)

Paulo Braccini disse...

passando para registra o meu prazer por conhecer o GUTO ... novo integrante desta equipe que adoro

bjux a vcs todos

;-)