sábado, 30 de janeiro de 2010

Aprendendo com Músicas

Sempre procuro aprender com as músicas que escuto, elas não servem apenas pra dançar ou dá um clima em algum momento especial, as músicas tentam passar mensagens, algumas sem sentido, outras horrorosas, mas tem aquelas que entram direto na sua alma. Abaixo encontram-se quatro trechos de musicas da Madonna, algumas conhecidas e outras não. No final do post tem um vídeo de uma musica fantástica que adoro e com ela é pra vc se jogar total!!!

1ª – Frozen
You only see what your eyes want to see / Você só vê o que seus olhos querem ver
How can life be what you want it to be? / Como pode a vida ser aquilo que você quer que ela seja?
You're frozen / Você fica congelado
When your heart's not open / Quando seu coração não está aberto
Resumindo: Se abre, pq as oportunidades podem passar e vc num vai nem perceber pq estava “congelado”. Se ligaa!

2ª - The Power of good-bye
“here's nothing left to try / Não resta mais nada para tentar
There's no place left to hide / Não há lugar para se esconder
There's no greater power / Não há maior poder
Than the power of good-bye / Que o poder do adeus
Resumindo: As pessoas só dão real valor quando perdem, seja uma pessoa, um trabalho algo que parecia que ia ficar ali pra sempre, mas que não ficou.

3ª - To Have And Not To Hold
To love but not to keep / Amar, mas não manter
To laugh, not to weep / Rir, não chorar
Your eyes, they go right through / Seus olhos vem na direção
And yet you never do / No entanto você nunca faz
Anything to make me want to stay / Nada para eu querer ficar
Resumindo: Não adianta só dizer que ama, vc tem que demonstrar.

4ª - Beat goes on
“Say what you like, do what you feel / Diga do que você gosta, faça o que você sente
You know exactly who you are / Você sabe exatamente quem você é
The time is right now / O momento é agora
You got to decide / Você precisa decidir
Stand in the back or be the star / Fique para trás ou seja a estrela
Resumindo: Se vc ficar aí com cara de copo d’água sem fazer nada, só vai acontecer uma coisa na sua vida: NADA!! Se mexe criaturaa!!!

Letras e traduções: http://letras.terra.com.br


terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Ainda sobre situações embaraçosas


O povo aqui na terra do fogo (enteda como Sobral) tem um péssimo hábito de prestar atenção nas conversas dos outros e eu tenho o péssimo hábito de falar alto, ai já viu neh!! uma commbinação perfeita.

Pois bem, estava eu na fila do caixa do supermercado com uma amiga e enquanto falavamos trivialidades peguei uma dessas revistas de fofocas que estampava na capa as personagens principais da atual novela das oito e comentei com minha amiga: "Fulaninha olha só! A Capitu vai dar o golpe na Preta que vai ficar falida e vai ter de ir morar com a Buba! menina a gente precisa se atualizar do que acontece na novela" e começamos a rir. Foi o suficiente pra senhora que tava na minha frente com cara de beata e com um lenço HORRIVEL amarrado na cabeça se virar e me olhar com uma cara como quem vai tar tapinhas na minhas costas e dizer "Meu filho melhoooore!", mas antes ela tivesse feito isso. ¬¬

A mulher foi falando "Meu filho vc aparenta ser tão inteligente e fica com essa história de assistir novela!!! Devia ocupar seu tempo com outras coisas. Vc sabe o que essas novelas vão te mostrar? mulher que engana o marido, briga entre irmão, sofrimento e traição. Vc devia era ir ler a Bíblia!.
Na hora eu pensei "minha senhora, a bíblia tem tudo isso ai tbm. Dalila passou a perna em Sansão, Caim matou Abel, Jó sofreu feito um condenado, A pobi de Maria teve que sair fugida num jumentinho e até Judas traiu Jesus! E outra... quem foi que bateu na sua porta e disse que a senhora ficava bem com esse lenço horrivel amarrado na cabeça e que combina com só uma coisa... nada!!". Mas só pensei, preferi dar um sorriso amarelo e ficar calado à provocar uma discussão polêmica, afinal vai que a mulher realmente achasse que ficava bem de lenço, heheheheh.

E como se não fosse o bastante ela, antes de sair do caixa, ainda se vira novamente e fala "E vc pode até achar que é feliz, mas seria muito mais com Jesus!" (¬¬ minha cara na hora e vendo que todos nas outras filas olhavam pra mim). Diante da situação embaraçosa o jeito foi olhar pra minha amiga, dar com os ombros e soltar uma boa gaitada, rsrs.

Vou te contar viu! é cada uma que me acontece nessa cidade. E o pior é que nem de novela eu gosto. Aff!

domingo, 24 de janeiro de 2010

Situações Embaraçosas




Ahhh!!! essa semana fico mais velha (dia 28/01)... E pra variar estava aqui pensando em situações que a vida nos coloca às vezes. Seja no trabalho, na vida pessoal, familiar,enfim...

No trabalho você tem de manter um certo nível de amizade com uma pessoa que você não suporta, só pra manter as aparências (eu não sei fazer isso muito bem,sou antipática,chata e as vezes exageradamente sincera,o que me atrapalha).Esse meio lhe coloca em situações nas quais você tem de trabalhar em equipe e muitas vezes engolir sapos temperados com seu orgulho.


Na familiar, meu Deus! Tem sempre aquele parente pé no saco. Aquela tia que dificilmente te vê e quando vem te visitar no natal é só pra tentar acabar com tua auto-estima: ”Nossa, como tu ta magra mulher, tem de se alimentar’’... ‘’E vem cá, tu não vai casar não? ’’ Poxa, to beirando os 24 e o povo me cobra casamento, nãm! Sem contar que minha mãe sempre volta da rua com uma dessas: “Lembra da fulana?Aquele que era nossa vizinha... Pois é, ela casou e ta grávida!”Eu solto: - Parabéns pra ela! Porque eu tão cedo não quero isso pra mim.


E na amorosa... Eitah, isso daria até um novo post. Eu só estava pensando numa situação em especial.... Por que que às vezes as pessoas empurram com a barriga relacionamentos que já estão fadados, desgastados e que muitas vezes já começam com data fim? ¬¬ Uma vez um amigo me contou que morou com uma pessoa por 2 anos,separaram-se e depois de um ano voltaram a namorar.Quando ele me disse que voltaria eu disse: -Sabe que esse relacionamento já acabou né?!Vocês já tentaram e não deu certo,mas se quer,vai! Menos de 6 meses depois eles terminaram e ficaram amigos.
Por que se fica tentando? Medo de ‘’começar ‘’ tudo de novo? Comodismo? Ou amor mesmo?

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

A Arte de Ser Tombado




                Fui ao banco buscar meu cartão magnético peguei uma senha esperei mais de uma hora e fui chamado, sentei, disse pro atendente o que eu tinha ido fazer lá, ele fuçou o pc e disse que não estava pronto, aproveitei e perguntei se ele podia verificar o meu saldo, pq eu tava esperando um dinheiro ser depositado. Tudo bem! Ele olhou revirou outra vez o pc e disparou "ZERO" bem altoooo e me olhando fixamente, quase q eu morri nessa hora, nem foi de tá zerada naum, foi dele ter falado bem alto pra todo mundo ouvir e ficar me olhando com cara de Amélia. Mas isso num foi o ponto alto do dia não óoo (dedinho balançando fazendo negativa) NÃO!

                Fui pegar um bus de praxe, tranquilo e calmo depois de 20 minutos perdidos, lá vem ele, vago, subi, saquei de 10 reais do bolso e entreguei ao trocador, ele por sua vez, me olha e solta: "tem troco não" e eu aviso: "Vou descer já já!" e ele puxa uma moeda de 10 centavos bate no ferro do bus e dispara pro motorista em alto e bom som: "Vai desceeer! Tem troco nãaaooo!" e num gesto rápido e rasteiro o motorista pára o bus numa freada brusca, quase no meio da avenida e abre a mesma porta por onde subi, mas agora pra eu descer, o trocador m olhou como quem diz: “Tá esperando o que pra descer?” e só uma pessoa olhou pra mim: TODO MUNDO do bus e da rua! Foi uma delíciaaa (sarcasmo detected)!! Virei de calcanhar e desci, fino como sou, sem olhar pra trás! "Borges de Melo I" nunca vou esquecer o nome daquele ônibus e nem a cara daquele trocador gordinho com bigodinho de Nescau.

                Mas é isso aí, por isso q tem o ditado "castigo pra todo pobre é pouco" (dei uma repaginada nesse ditado popular). Continuei meu caminho pensando “isso já foi o bastante, num é possível que vá acontecer mais alguma coisa, num é possível!”. Pensei errado.
               
                Logo mais a noite, já recuperado do dia, fui fazer uns pasteizinhos, resultado: queimei minha barriga, espirrou óleo quente em cima de mim, passei pasta d’água e tô aki parecendo um pinguim com a barriga branca!
               
                Fui TOMBADO geral!

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Sobre o sexo e a "outra" cidade



O amor aparece quando vc menos espera. Foi essa frase meio clichê que eu disse ao Vanderson num almoço no shopping. E não que eu seja um cara romântico, mas é que eu realmente sempre encarei o romance assim, sem pressa, dando tempo ao tempo e esperando muito mais encontrar alguém divertido na multidão do que um cara sexy pra uma ficada vazia. Saia à noite pra principalmente me divertir, dançar, beber... e conhecer um cara era um atrativo a mais que a balada podia me dar. Eu morava na capital e o simples fato de ir ao shopping me dava oportunidades de conhecer alguém interessante, era fácil pensar assim, eu morava na “Cidade Grande”.

Hj estou numa cidade do interior e que apesar de bem desenvolvida não me oferece os mesmos atrativos, não há bares descolados com um som “manero” ou lugares onde eu possa me encaixar e todos os caras daqui parecem comigo aos 18 anos, possuem um medo infernal que alguém possa achar que são gays mesmo alguns sendo “mooooooorta” o que pra mim se torna irônico e frustrante (Não que eu fosse moooooorta aos 18! sempre fui um rapazinho comportando, que ouvia Spice Girls é claro, mas comportado! Hehehe).

E apesar de tentar não me sentir assim, por varias vezes, apesar de sair à noite pra beber com os amigos, se divertir e ouvir uma musica mais “som de barzinho”, me pego frustrado ao concluir que não vou conhecer ninguém interessante aqui pra ficar ou nem mesmo pra conversar sobre como a comparação entre a Lady Gaga e a Madonna nem sempre cai tão bem.

O fato é que o “sexo” nessa cidade não é tão divertido com em Fortaleza tornando-se quase que raro. E eu fico aqui temendo começar a pensar que não devo esperar o amor é de jeito nenhum. Pra tentar expandir meus horizontes... irei me matricular na academia, no curso de francês e quem sabe até entrar no bate-papo da uol. rsrsrrsrsrsrsrrsrsr.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Os idiotas.


Definição no Wikipédia: Idiota (do grego idiótes, o homem privado - em oposição ao homem de Estado, ou público; ou aquele ignorante em algum ofício, homem sem educação, ignorante, pelo latim idiota), na acepção vulgar, é a pessoa desprovida de inteligência.

Pensei em escrever sobre eles após uma conversa sem noção no Messenger.
Estava um tanto quanto ébria, pois havia retornado de um pré-carnaval (muito bom por sinal, recomendo!),daí entrei na net como quem não quer nada. Como de praxe, lá vem ‘’aquele ser’’,sorrateiro e pelas beiradas: Oiiieee! Você tá bem? Resposta: -Estou ótima,e você?(A pessoa se acha tanto que deve pensar:como ela pode estar tão bem assim sem mim? Sinto isso nos ‘’urhuuuu’’ , ‘uuuuii’’ que recebo como resposta após dizer que to bem) Enfim, após esse cumprimento... conversas.

O ser, aproveitando que eu estava mais pra lá do que pra cá, solta:Você ficaria comigo sabendo que eu tenho namorada? A minha resposta foi como essas rapidinhas de bate-rebate: -Não!O ser quis desconversar, mas claro que eu não ia acatar um ‘’Tô indo, ta tarde.Vou dormir.’’ depois de uma pergunta dessa.
Eu,lógico,queria saber o por que da pergunta.
Uma vez fiz um comentário que hoje vi que foi infeliz, havia comentado com ‘’o ser’’ que tinha ficado com uma pessoa sabendo que esta tinha namorada.O ser então concluiu que como tinha ficado com esse ficaria com ele também.

Devolvi a pergunta, e como resposta obtive: -Acho que não, gosto muito dela pra isso. Ai foi que fiquei ainda mais incucada... e perguntei: -Por que então me perguntou isso? A resposta superou a pergunta no quesito ‘’sem noção’’: -Eu fiquei com uma impressão sua,daí queria testar sua moral’’.
Daí eu não agüentei, soltei os cachorros.
Quem ele pensa que é pra me julgar? Testar minha moral? Ah, faça-me o favor!
Os idiotas estão em todos os lugares: nas filas do ônibus(aqueles que se fazem de loucos e saem furando filas), no supermercado, no cinema, no seu trabalho, e com certeza um já deve ter passado pela sua vida e ter feito parte dela.
Como diz o wik, são seres desprovidos de certa inteligência...
Eles deviam ser extintos. Alguém tem uma arma?Vou começar o extermínio!

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Sexo e a Cidade

Desde criança me emociono em finais de programas de tv que gosto, gosto não, amo. Tudo começou com Jaspion, Changeman, Carrossel, Anos Incríveis... Que quando ao final chegavam, sempre me deixavam com um vazio no coração. Sempre quis fazer parte daqueles mundos fantásticos e cheios de aventura e me via lá, naqueles breves 20 minutos de programa e quando a série chegava ao fim, digo fim quando de fato era o último episódio, me sentia só.

Porque estou falando disso vcs devem estar se perguntando, e eu vou responder, é pq eu estava baixando e assistindo “Sex and the City” e me emocionando, odiando, rindo, chorando e amando a Carrie, Miranda, Charlotte e Samantha e finalmente cheguei a sexta e ultima temporada. Terminei! Chorei! E veio aquela sensação que não sentia a anos: o vazio! Mas esse vazio foi diferente, pq quando se é criança o vazio dura o tempo de um intervalo comercial, agora já com ¼ de século, me veio mil coisas na cabeça, pensamentos que o próprio seriado lhe obriga a ter sobre amor (muito sobre amor), carreira, amor (mais um pouco), pessoas, amor, amigos e mais amor.

Me identifiquei com todas as quatro personagens, acreditei no amor puro e singelo feito a Charlotte, me decepcionei e me fechei por um tempo (Miranda), conheci muitas pessoas em danças noturnas (Samantha sem sexo) e me encontrei, me perdi, arrasei , fui arrasado e conheci o amor feito a Carrie.

Não vou contar o final da série aki pra quem ainda naum viu, mas uma coisa eu conclui desses meses vivendo essas quatro vidas tão cheias de enlaces como a minha e uma coisa que ouvi do Eliardo num almoço no shopping durante a semana: O amor aparece quando vc menos espera, mas vc pode perdê-lo e com sorte poderá recuperá-lo, e se vc tiver uma segunda chance vc será uma pessoa de muita sorte, mas acima de tudo aproveite tudo que a vida lhe oferece de bom e ruim, não espere muito das pessoas, assim o que elas lhe oferecerem será lucro (eu tento agir assim durante anos, é complicado, mas me ajudou em muitos momentos), pq daqui a alguns anos essa vai ser a diferença entre uma pessoa amarga e uma pessoa que viveu ou vive seus momentos de felicidade.