sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Sobrando em sobral: fim...

Após um “tempo” esperando por uma resposta já sabida por mim, meu namoro chega ao fim.
Um ponto final.
Uma conversa com um pedido mútuo de não se perder o contato, de sermos amigos...
Será?
Queria acreditar que sim, que a história não vai acabar assim, que há reticências no fim da sentença e não um ponto final.
E não é choro preso na garganta! Apenas é como se eu fosse dormir com a gravata apertada no colarinho. Nem é tristeza! É só o espaço vazio na cama.

E mais uma vez me sinto sobrando nessa bendita cidade.
amanhã volto pra Fortaleza, passar uma semana inteira pra rever os amigos e comemorar aniversários.

4 comentários:

Vanderson disse...

e aconteceu o q estavamos prevendo naquele dia q conversamos aki....

agora é como dizem "partir pra outra"
e venha sim comemorar alguns aniversarios (no caso o meu) hehehehe
e venha ficar aki com os seus VERDADEIROS amigos e eu m incluo no meio deles!
abraçooooo!

Rafa disse...

Meu querido,comemorar anoversários e vitórias,(eu que o diga) assim espero!Quarta tem!(Dessa vez uma cerva bem gelada... rsrsrss)

Mauri Boffil disse...

Vanderson, como te acho no twitter? sou o /mauricarabina
Rafa, boa sorte na sua monografia!
E, Eliardo, se acabou, nada como deixa o tempo responder as suas respostas... sou um péssimo exemplo para conselhos no fim de relacionamento porque sou meio frio e porra louca, mas apenas espere... E divirta-se bastante em Fortaleza!

Dil Santos disse...

Oi, tudo bem?
É sempre assim, quando terminamo um namoro sempre vem o papo d ñ perder o contato, de tornarem-se amigos, só q para isso é preciso um tempo, para assimilar as coisas.
Rafa querida, como está?
Os seus dá pra rir sim, rsrs
Eu procuro depositar um pouco dos meus sentimentos em tudo que escrevo, acho q o texto fica mais expressivo, mais forte, do q quando escreve apena por escrever.

Bjo
:)