sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Morar Sozinho

Minha mãe está doida pra vir passar um fim semana na minha casa e fica dando como desculpa o pretexto de arrumar minha casa, dizendo que deve estar uma bagunça, que não estou me alimentando direito e que devo estar com a mesma roupa de cama que ela deixou mês passado quando esteve aqui, e que olhando agora vejo que é a mesma colcha que ela deixou, rs. Respondo a ela que não precisa se preocupar e que já sei me cuidar.

É claro que erros acontecem... como o fato de eu estar quase sem cuecas quando por engano as lavei com uma flanela laranja, e detalhe, a maioria eram brancas ou azuis e que agora parecem cuecas de ripe no maior estilo “tie-die”. E o pior foi a vergonha de ter de estenda-las no varal pra secar.

Mais também existem as vantagens de se morar sozinho como o fato de você deixar a casa do jeito que você quiser… pois a casa é sua… é uma terra de ninguém… um lugar sem leis, onde você faz prevalecer o que bem entender. Você quebra tradições, costumes e choca toda sua família ao afirmar que quebrou hábitos milenares impostos pelos seus patriarcas.

Pois quem já viu tarefa mais inútil que enxugar louça? Não preciso nem dizer nada... aqui em casa deixo que o tempo tome de conta e faça o serviço por mim.

Você cria, desenvolve novas técnicas e extingue antigos costumes como o de passar roupa, pois aqui meu amigo, com meu jeitinho de por roupa pra secar não precisarei de ferro tão cedo.

E dentro todos, o que quase me fez ser renegado foi o fato de admitir que bebo água na boca da garrafa, eu sei eu sei, é chocante. Mais poh! O que tem demais??? Moro sozinho mesmo pra que tanta frescura de usar copo. E além do mais tenho a garrafa das visitas separadinha da minha, pois sou eng de alimentos e sei o quanto isso é anti-higiênico, rsrsrrss.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

What You Shouldn't Do...



What You Shouldn't Do...

Bem, acompanhamos (Glauber e Terezinha) esse blog desde a criação, e não é porque são nossos amigos que o gerenciam que gostamos tanto dele, é porque também compartilhamos da opinião de que certo povo sem noção precisa ser alertado, precisa ser MELHORADO...

Diante disso, resolvemos dar nossa modesta contribuição com o quadro “What You Shouldn't Do...”

que consiste em pegar os piores exemplos de determinados assuntos e mostrar como são maus exemplos!

Espero que gostem.



WYSD I... "...at first date" - não exatamente em ordem de importância!

1- Falar dos(as) ex-namorados(os). [Bem, você acabou de conhecer o cara e já quer enchê-lo sobre draminhas de casos passados? Sinto muito, mas inconscientemente - ou não-, você não gostou tanto do novo esqueminha e quer dar um fora.]



2 – Concordar com absolutamente tudo que ele(a) diz. [OMG. Isso é um saco meu povo, extingue completamente a sua personalidade e o seu “algo a mais” se só responder “eu também” aos gostos do outro.]



3 – Se achar. [Putz! Pra mim não tem nada mais brochante que isso... A frase já é auto-explicativa, mas para os que ainda não se ligaram, conta tentar falar inglês sem saber, comentar sobre a literatura universal sem nunca ter lido nem “A marca de uma lágrima”, ou dar uma de grande crítico do cinema quando o filme preferido é “American pie”.]



4 – Mau hálito. [No comments]



5 – Falar da vida sexual promíscua com o intuito de contar vantagem. [Com isso, só vai fazer o seu acompanhante se perguntar por quantas infecções geniturinárias você já passou, seu histórico de DSTs, etc.]



6 – Comentar que coleciona coisas anormais, como bichos empalhados, barbantes, bandejas, enfim, qualquer artigo que possa indicar desvio mental. [Conchas de moluscos, réplicas de fósseis, pedras, ainda podem ser categorizados como normais. Afinal, pode ser da profissão, né?]



7- Pedir em namoro/dizer que está apaixonado.[OMG(2) meu povo, essa eu posso dizer que foi experiência pessoal (G.), já passei pelos dois e não existe nada mais contrangedor/assustador/brochante para um primeiro encontro, a não ser que role aqueeeeeeeela vibe recíproca, e ainda assim, vale ter tato!]



8 – Paquerar descaradamente com outra pessoa. [Tudo bem que todos (acho!) tem o propósito de encontrar “aquela pessoa”, mas vamos com calma: espere até saber que não vai dar certo de maneira alguma (se meia hora de conversa não resolveu, parte pro’ s finalmentes; se nem assim funfou, entrega nas mãos de outro, passa adiante, sempre tem quem queira!), então parta pra outra. Do contrário, o outro só vai pensar no chifre que vai levar, ou no “vou te pegar e depois te largo, safado!”, ou então nem entra, sabe que não presta mesmo...]



9 – Agir/falar/se vestir espalhafatosamente. [A menos que você queira ficar só pro resto da vida, trate de passar uma boa impressão no 1º encontro. Seja polido, mas não exageradamente. Mas também não grite “ei, mundiça!” em tom altíssimo no meio de um passeio com seu paquerinha quando encontrar um conhecido, nem se vista como se fosse pular carnaval e muito menos aja como se uma blusa na vitrine da C&A fosse um super vestido da D&G.]



10 – Chegar atrasado e destruído/faltar. [Admito que essa é a minha cara, mas sério... Chegar atrasado é foda! Você nem conhece a pessoa direito e já deixa o condenado esperando mil horas por você? Ah, fala sério... Pior que isso só faltar e não dar satisfações - passei por essa esses dias... Quanto à chegar todo destruído com a desculpa de que veio direto da facul, bem, colega, só uma coisa: a primeira impressão pode não ficar pra sempre, mas essa pode determinar a (im)possibilidade de encontros posteriores.]



Bem galera, acho que esses são alguns dos principais pontos que precisavam ser levantados (acredite, tem muita coisa que não se deve fazer num first date)... São apenas conselhos, claro. Mas é certo e cientificamente comprovado que os primeiros 5 min de uma conversa são decisivos no “ou vai ou racha”. Então, trate de impressionar no primeiro encontro se quiser ter um segundo, terceiro, e no fim ir para o quarto (se é que me entendem...). No mais, fica um conselho, BE YOURSELF!!



domingo, 23 de agosto de 2009

Ainda tô pensando em um...


Uma das coisas mais difíceis de escrever aqui é que já tenho de começar escrevendo um título,acho isso tão complicado ter de sair colocando títulos... Alguém ai pensa num título pra minha monografia por favor porque eu já tô em processo de jubilamento e ainda não sei que título vou dar a ela(Tô brincando...Ela já tem um) Sim, hoje(entenda-se por hoje sábado,é que eu comecei a escrever ontem ,mas tive de ir dormir) finalmente assisti o filme :''Ele não está tão afim de você'' , por insistência de uma amiga.
Amiga Débora falando: - Rafa, eu vi o filme ''Ele não está tão afim de você'' e só lembrei de ti( eu pensei: será que ninguém nunca tá afim de mim?! kkkkkkkkkkk)Ai eu fiz aquela minha cara que só quem me conhece sabe,aquela na qual eu coloco o bico imenso...é galera, aquela de enjoada.Pois bem,dai ela quis se consertar e disse que era porque eu contava os meus causos e ela achava que as dicas do carinha do filme iriam me ajudar.Ai lá vou eu ver o filme do momento-outras pessoas o haviam me indicado- ele é bem interessante,umas dicas que até dá pra trazer pra realidade,tais como: Se ele tiver afim, ele liga!(detalhe, era eu vendo o filme e com o cel na mão me coçando pra ligar pra uma pessoinha ali ¬¬ srsrsrsrsr, mas isso não vem ao caso, dá outro post)Pois bem,segundo o filme se ele estiver afim ele liga.Boa essa! Boa pra quem é desprendida,porque a maioria das mulheres fica na ''secura'' em cima do telefone,ai de quem ouse ocupá-lo, e no celular não fazem nenhuma ligação(à espera da ligação do caboclo ¬¬)Mas ai depois fiquei pensando... de onde vem a regra de que o homem é quem tem de ligar no dia seguinte? A gente luta tanto por direitos iguais mas no fim acaba esbarrando em algumas coisas já pré-estabelecidas ¬¬
Mas enfim,quem é que tem de ligar?

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Posso espirrar em paz?



Durante uma aula, certo aluno espirra tranquilamente sem incomodar ninguém.

Com o passar do tempo o mesmo aluno espirra mais outra vez, então o professor para e diz:

- se você estiver com gripe deve passar três dias em casa de quarentena porque pode ser gripe suína!!

Então o dono do espirrou soltou como num impulso:

-Professor no meu caso é alergia!

O Professor pra não ficar sem dá a última palavra manda:

- Então pode espirrar a vontade!!!



PS: Esse aluno sou eu e isso aconteceu durante uma aula de físico química.